Arqueiro Verde ganhou sua associação à Liga da Justiça ao destruir o Hulk da DC

Quando se trata deLiga da Justiçaheróis que não recebem o que merecem, Seta verde está no topo da lista. Fãs e personagens do universo subestimam suas habilidades, chegando a dizer que Arqueiro Verde é uma versão menor do Batman. No entanto, Oliver Queen provou repetidamente que com seu arco e aljava de flechas, ele pode ser tão eficaz quanto qualquer outro herói da DC. De fato, ao derrubar a resposta da DC ao Hulk, o Arqueiro Verde provou definitivamente que é digno de ficar ao lado de pesos pesados ​​como o Superman.

O Arqueiro Verde não possui superpoderes meta-humanos como a super velocidade do Flash ou a mudança de forma do Mutano. Para compensar isso, ele aprimorou seu corpo, mente e habilidades de combate para combater o crime. Comparado a outros heróis impotentes, no entanto, Oliver Queen ainda está bem baixo na escala de poder - seu habilidades em artes marciais não o qualificam como um dos lutadores de primeira linha da DC, e ele certamente não combina com contra Intelectos de 10º nível como Lex Luthor

. Em última análise, é a habilidade de tiro com arco quase desumana do Arqueiro Verde e sua vontade de se comprometer totalmente com todas as situações que lhe permitem competir com seus colegas superpoderosos.

O arqueiro esmeralda provou ser digno de estar ao lado de deuses e alienígenas em Arqueiro Verde (2001) #17 e #18 por Brad Meltzer e Phil Hester. Ocorrendo durante um arco de seis edições conhecido como "Archer's Quest", Oliver viaja ao redor do mundo para readquirir peças perdidas de recordações que ele reuniu ao longo de sua carreira de super-herói. Sua busca leva ele e seu ex-companheiro Roy Harper, agora indo pelo Arsenal, para a Arrowcave em ruínas. Depois de relembrar através de seus Veículos Arrow e Arrowcars e se envolvendo em um duelo amigável semelhante a um confronto do Velho Oeste, os dois arqueiros encontram um vilão que está de cócoras em sua antiga sede: Solomon Grundy.

Muitas vezes comparado ao Hulk da Marvel, Solomon Grundy é um cadáver reanimado superforte cujas energias mágicas o tornam um dos poucos vilões capaz de matar o Super-Homem. Enquanto os três brigam, Roy é imediatamente nocauteado pelo zumbi gigante. Oliver dispara dezenas de flechas na pele de Grundy e até afunda uma em seu olho esquerdo. As flechas infelizmente não têm efeito, o que leva Oliver a sofrer uma surra quase fatal e seu arco partir ao meio. Em um último esforço para salvar a si mesmo e a Roy da morte certa, Oliver dirige duas de suas flechas nos pés de Grundy, perdendo o equilíbrio apenas o suficiente para fazê-lo cair de cara no chão. Oliver então pega o que sobrou de seu arco e envolve seus cordões em volta do pescoço de Grundy. Com uma força equivalente a levantar mais de cem quilos, o Arqueiro Verde estrangula Grundy até que ele desmaie.

Dado que Solomon Grundy é capaz de levar um soco do Superman, O triunfo do Arqueiro Verde sobre o vilão não é uma façanha fácil que mostre o quão capaz ele pode ser, apesar de não ter poderes, maestria em artes marciais ou um intelecto desumanamente alto. Embora ele muitas vezes tenha problemas para se dar bem com seus colegas, a busca justa de Oliver Queen para salvar o garotinho é inquestionável, e essa paixão alimenta sua raiva, tornando-o uma força a ser reconhecida com.

Embora ele possa obter apenas um respeito fugaz, mesmo de muitos de seus companheiros da Liga da Justiça, o Arqueiro Verde é alguém que está constantemente desafiando e redefinindo seus próprios limites, e encontrando maneiras criativas de fazer o que de outra forma impossível. Até a resposta da DC ao Hulk acabou caindo Seta verde, mostrando por que o Liga da Justiça precisa de um humano normal que confia em seu cérebro e músculos em vez de superpoderes.